segunda-feira, 23 de julho de 2012

Em busca da vitória: O ideal olímpico e a busca de uma vida vitoriosa / The Olympic ideal and the search for a victorious life / El ideal olímpico y la búsqueda de una vida victoriosa

Os jogos olímpicos acontecem a cada quatro anos. Atletas de todo o mundo representam os seus países para superarem marcas e mostrarem o seu valor em busca da medalha de ouro. São cerca de 300 em mais de 30 modalidades esportivas, disputadas por mais de 10 mil atletas de 205 países. Em cada prova são distribuídas medalhas de ouro, prata e bronze para os três primeiros colocados.
Os jogos olímpicos são inspirados nas competições realizadas pelos antigos gregos. Os primeiros Jogos Olímpicos aconteciam também de quatro em quatro anos há mais de 2.700 anos na Grécia antiga. O torneio era uma celebração em tributo aos deuses. Durante sua realização, todas as cidades deveriam interromper suas guerras. Mas, por volta dos anos 393 e 394 dC, o imperador Teodósio I terminou com os Jogos sob a alegação de que todas as referências pagãs da antiguidade deveriam ser interrompidas.
Nos tempos modernos, ressurgiu o desejo de se reviver os jogos olímpicos como uma forma de celebrar a paz entre as nações. Pierre de Frédy, um pedagogo e historiador francês, entrou para a história como o fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna. Pierre de Frédy ficou mais conhecido pelo seu título de Barão de Coubertin.
Em 1884, o Barão de Coubertin organizou um congresso internacional na Sorbonne, em Paris, para criar o Comitê Olímpico Internacional (COI). Dois anos depois foram realizados os Jogos Olímpicos em Atenas, na Grécia, a pátria dos Jogos Olímpicos da Antiguidade.
Os jogos olímpicos nos remetem a valores que podem mudar a vida, reconstruir o futuro, superar barreiras. Sob essa ótica, o esporte e a atividade física são para nós motivadores e revelam a necessidade de deixarmos de lado o individualismo, os limites, a fraqueza, para dar lugar a sentimentos que são únicos e que se perpetuam na nossa memória.
Em 1924, durante os jogos olímpicos de Paris, surge pela primeira vez o uso do lema olímpico “Citius, Altius, Fortius”, expressões latinas que querem dizer: mais veloz, mais alto, mais forte. Esse lema foi idealizado pelo monge francês Dideon, amigo do Barão de Cobertin. Estas palavras sintetizam o ideal que todo atleta deveria buscar em sua participação nos jogos.
O ideal olímpico está ligado ao ideal humanista de valorização da pessoa humana. Durante as disputas de cada modalidade, o foco é alcançar a perfeição da atividade humana com o fim de descobrir os limites da capacidade do homem. Entretanto, os ideiais olímpicos não são suficientes para dar conta de nossa condição humana.
Jesus Cristo veio ao mundo para dar a cada um de nós a condição para nos afirmarmos como seres humanos, criados à imagem e semelhança de Deus. Jesus Cristo fez-se homem para resgatar a nossa condição humana e nos apresentar a Deus perfeitos por sua graça.
Tomando por base o lema olímpico, queremos convidar vocês a pensar nos ideais de uma vida com Deus. Tal como acontece nos jogos, a vida exige de nós uma ação dedicada para alcançarmos os propósitos que Deus tem para nós. Nós precisamos desenvolver valores que nos ajudem a assumir uma atitude vitoriosa frente aos desafios que nos são apresentados e que nos proporcionam um relacionamento mais profundo com Deus.
O próprio Barão de Coubertin, idealizador das olimpíadas dos tempos modernos, disse: “Os jogos Olímpicos foram criados para a glorificação do campeão”. E a dimensão do fenômeno é a demonstração disso mesmo. O olimpismo, como a manifestação extasiante da alegria do esforço, a demonstração do valor educacional do exemplo e o respeito por princípios éticos universais, é uma filosofia de vida que deveria cativar a todos. Competir, superar-se, ser o melhor, tornou-se uma necessidade.
Os jogos olímpicos de 2012 acontecerão na cidade de Londres, na Inglaterra. Durante alguns dias, assistiremos atletas que se esforçam para alcançar os seus objetivos. O apóstolo Paulo também fez referência a isso, certa vez. Ele disse: “[...] Corram de tal modo que alcancem o prêmio” (1 Coríntios 9.24). Pensando nisso, esperamos que esse seja um período para que todos nós venhamos reavaliar a nossa experiência com Deus e nos prepararmos para um tempo de vitória e de bênçãos que Deus tem preparado para cada um de nós. O nosso desejo, com isso, é que você também possa ser um vencedor por meio da fé em Jesus Cristo.

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails