domingo, 1 de fevereiro de 2015

Oração Transformadora / Transforming prayer / La oración transformadora

Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que está no secreto. Então seu Pai, que vê no secreto, o recompensará.” Mateus 6.6
A oração é um exercício de espiritualidade dos mais complexos. Muitos o tem tratado como expressão de poder, como forma de “mover” o braço de Deus, como prática de pensamento positivo, enfim, como tudo, menos como o que é de fato: um exercício espiritual de transformação de si.
O universo da oração envolve estar na presença de Deus. Isso faz toda diferença. Ninguém ora como quem manda uma mensagem por rede social ao amigo ausente. A oração nasce do desejo do encontro com o inefável, como experiência pessoal de relação com aquele que tudo sabe, tudo vê e tudo pode.
Helmut Thielicke, teólogo alemão, relatou que o governo comunista da antiga Alemanha Oriental havia ficado intrigado com a capacidade de resistência e perseverança dos cristãos, que contrastava com o quadro de alto índice de suicídio entre os que não eram cristãos. Recomendou, então, estudos sobre o assunto. Os pesquisadores ateus descobriram que os cristãos haviam desenvolvido uma técnica para superar os seus problemas: conversavam sozinhos, em secreto, com um ser que não existia, mas que, no fundo, era uma projeção deles mesmos. Daí, o governo recomendou que os psicólogos elaborassem uma terapia baseada em um diálogo consigo mesmo, como se fosse um ser imaginário. O resultado apareceu em pouco tempo: o número de suicídios aumentara.
A oração comporta três realidades que poucas vezes levamos em consideração. A primeira é que a oração não muda as coisas. Ela muda as pessoas. A oração não muda as circunstâncias nem você vai mudar o modo de Deus entender a realidade, os propósitos dEle ou o quanto Ele te ama só porque você ora. A oração muda a gente por dentro.
A segunda é que a única oração que de fato funciona não é aquela que pede de forma explícita, clara e objetiva pela bênção divina. Não há um modelo de oração que funcione e outro que não funcione. A oração eficaz é aquela que pede a Deus força e coragem para enfrentar os problemas, pois é isso que Ele faz de melhor.
A terceira é que a oração pode oferecer a quem ora três possibilidades: crer que Deus pode mudar as circunstâncias; compreender que Deus pode abençoar apesar das circunstâncias; e confiar que Deus vai nos capacitar a enfrentar as circunstâncias. Ou seja: Deus pode eliminar o problema, Deus pode usar o problema como oportunidade de bênção e Deus pode abençoá-lo a enfrentar o problema. A diferença está na sua disposição de buscar a Deus em oração. O milagre está em entender isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails