domingo, 26 de abril de 2015

Por que pessoas fracassam? / Why people fail? / ¿Por qué fallan las personas?

“O Senhor firma os passos de um homem, quando a conduta deste o agrada; ainda que tropece, não cairá, pois o Senhor o toma pela mão.” Salmos 37:23-24
Ter sucesso é uma exigência para quem quer seguir qualquer carreira ou realizar qualquer projeto. Vivemos no império das pessoas bem-sucedidas. O contrário disso é fracasso. Bill Gates, o homem mais rico do mundo – o perfil do bem-sucedido – afirmou certa vez: “O sucesso é um professor perverso. Ele seduz as pessoas inteligentes e as faz pensar que jamais vão cair.”
Normalmente, pessoas fracassam por três motivos:
a) não sentem necessidade de alcançar o sucesso;
b) não têm medo do sucesso; ou
c) desconfiam do sucesso.
Isso quer dizer que você só fracassará na vida se não tentar e não lançar um desafio para si mesmo. O sucesso é resultado de muito trabalho. Entretanto, o trabalho não se basta por si mesmo. Há que se buscar um equilíbrio em nossas relações.
Bryan Dyson, ex-presidente da Coca-Cola, comparou a vida a um jogo de malabarismo com cinco bolas, sendo uma de borracha e as outras quatro de vidro. Essas bolas seriam o trabalho, a família, a saúde, os amigos e a espiritualidade. A bola de borracha corresponde ao trabalho. Se ela cair, vai pular para cima em retorno. As demais, se caírem, ficarão para sempre danificadas. Daí a necessidade de muito equilíbrio.
O fracasso é sempre uma possibilidade quando as nossas relações com o outro estão em jogo. Há muito tipo de sucesso que são verdadeiros fracassos. Por exemplo, uma pessoa pode ser bem-sucedida em seu empreendimento, mas deixar escapar a chance de se relacionar bem com quem ama.
A diferença entre sucesso e fracasso está na dose certa de esforço que você aplica em suas relações e nas suas prioridades na hora de fazer escolhas. Quando se tem que tomar decisões, o que mais importa são os valores que orientam a nossa vida. O certo a fazer tem que ser válido para toda e qualquer situação. A teoria do vale tudo não é a melhor receita para o sucesso.
Na hora de tomar decisões, alguns princípios são imprescindíveis. Um deles é a prudência. Os judeus ensinam que há três fatores que determinam o sucesso: a inteligência (habilidade de pensar), o conhecimento (habilidade de processar informações) e a sabedoria (habilidade de aplicar o conhecimento às situações práticas)
Outro princípio é o bom-senso. Pessoas de bom-senso ouvem conselhos e aprendem com seus erros. Há ainda o princípio da fé. O grande segredo da vida é viver de acordo com o que Deus planejou para nós. E, finamente, o princípio do cuidado com os relacionamentos. Coloque as pessoas acima das coisas.

O fracasso não é, em si mesmo, o fim da linha, mas uma oportunidade de rever seus valores, suas escolhas e suas ações. Pessoas bem-sucedidas são capazes de olhar para si mesmos e de fazerem um diagnóstico realista de quem é. O fracasso mesmo é se iludir achando que é capaz de realizar coisas que estão distante daquilo que pode conferir dignidade a você e aos que estão a sua volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails