segunda-feira, 12 de maio de 2014

Família, campo missionário / Family, mission field / La Familia, campo de misión

A maneira como tem se configurado o tratamento da família na contemporaneidade demonstra que, cada vez mais, ela é um campo missionário fértil e oportuno. O conflito que se percebe na formação e na dissolução de famílias, bem como a mudança de expectativas nas relações interpessoais, demonstra que as pessoas estão cada vez mais carentes de algo que as complete e que possa trazer novas perspectivas para a vida.
A família é parte tão importante na vida humana que o que acontece nela repercute na vida da pessoa. Da mesma forma, nossos conflitos e conquistas pessoais têm consequências na vida em família. Há uma inter-relação entre a pessoa humana e a família de tal maneira que, usando a expressão do papa João Paulo, o futuro da humanidade passa por ela.
Nesse contexto, nossos familiares são as principais testemunhas oculares de quem somos. Eles conhecem nossas virtudes e nossas falhas. Diante daqueles que convivem diariamente conosco, não há como fingir ser mais santo ou exercitar uma espiritualidade aparente. Por isso, estimular a fé em Jesus Cristo e a busca pelo conhecimento de Deus em família se constitui num grande desafio.
Certa vez, uma pessoa que fora grandemente abençoada por Jesus sentiu o desejo de segui-lo por todos os lugares. Era o endemoninhado de Gadara, liberto de uma vida de opressão. A transformação de vida dele era mais do que evidente e poderia servir como um forte apelo para que outros abraçassem a fé. Porém, Jesus não permitiu que o acompanhasse naquele momento e ainda recomendou: “Vá para casa, para a sua família e anuncie-lhes quanto o Senhor fez por você e como teve misericórdia de você.” Marcos 5.19.
A espiritualidade se torna mais relevante e significativa quando vivida em família do que no contexto da própria igreja. É nela que podemos exercitar atitudes como perdão, paciência e compaixão; é nela que podemos desenvolver valores morais e afetivos; é nela que podemos alimentar sonhos e esperança quanto ao nosso futuro; é nela também que podemos vivenciar a fé e aprofundar o nosso conhecimento de Deus.
A família é o nosso primeiro campo missionário porque é ela a primeira e maior beneficiada quando a salvação acontece. Jesus disse que a salvação havia chegado à casa de Zaqueu por causa de sua mudança de vida. Os discípulos Paulo e Silas disseram ao carcereiro de Filipos que toda sua família poderia ser salva se ele tão somente depositasse a sua fé em Jesus Cristo.

Viver em família e não se importar com ela é um dos extremos do individualismo. Para superar essa tendência, a Bíblia convida a restaurar o cuidado pessoal com a família. Ela nos diz: “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.” 1 Timóteo 5.8.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails