domingo, 13 de março de 2016

Seja um intercessor / Be an intercessor / Sea un intercesor

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e pacífica, com toda a piedade e dignidade.” 1 Timóteo 2.1,2
Nunca precisou-se tanto de intercessores como nos dias atuais. Vivemos um quadro de crise moral, política e econômica que vem destruindo as esperanças de nosso povo.
É fato que a crise não é só brasileira, mas ela ganha contornos especiais no Brasil tendo em vista a nossa realidade socioeconômica e histórica.
É fato também que é uma crise historicamente construída. Suas bases estão ligadas muito mais às forças de dominação que atuam sobre nossa terra, desde que Pedro Álvares Cabral deixou aqui um degredado e que se aprofundou desde que as oligarquias destituíram o imperador para dar início à famosa república “café com leite”.
A crise atual cria um quadro que ameaça o Estado Democrático de Direito – conquistado a duras penas –, que põe em risco a paz social, que aprofunda as desigualdades sociais e que compromete as conquistas sociais até aqui construídas.
Com base na nossa crença, podemos dizer que aquele que ora é um agente de transformação no mundo em que vivemos. Esta é a maior revolução que se pode realizar. Se alguém ora pelo fim de algo que aflige a sociedade, se solta o grito de “basta” como um clamor em nome dos que sofrem, isso se torna um fenômeno capaz de restaurar a esperança.
Se você sabe pelo que orar, este é o primeiro passo para saber o que fazer. É preciso se dar conta de que as formas pelas quais o poder se organiza na sociedade são complexas e dependem da atuação de diversos entes em várias instâncias e esferas. Não basta encontrar um culpado, uma vítima ou um herói. Nesse processo, estamos todos implicados.
Ore para que haja paz nas cidades; ore para que a justiça prevaleça; ore para que os mais desprovidos sejam socorridos; ore para que as desigualdades sociais diminuam; ore para que haja oportunidades iguais para todos. Se você está consciente disso, interceda por aqueles que têm a responsabilidade de colocar em prática os mecanismos para que seus motivos de oração se estabeleçam.
Seja um intercessor pelas autoridades, diz Paulo ao jovem Timóteo. Meus pastores me diziam isso também em plena ditadura militar. Para mim, especialmente, foi muito difícil colocar em prática. Mas obedeci clamando por uma mudança de coração em favor daqueles que sofreram.
Num tempo de polarizações, intercessor não é aquele que está de um lado ou de outro, mas o que sabe encontrar o equilíbrio. Interceder é colocar-se no meio, entre o que carece e aquele que pode de fato socorrer.
Pense nisso. O maior protesto que um cristão pode realizar é aquele que parte do sentimento de compaixão por aqueles que sofrem. A intercessão é a atitude que está ao nosso alcance para transformar a realidade em que vivemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails