sábado, 3 de dezembro de 2016

Pessoas misericordiosas fazem falta / Merciful people are needed / Se necesitan personas misericordiosas

“Em Jope havia uma discípula chamada Tabita, que em grego é Dorcas, que se dedicava a praticar boas obras e dar esmolas” (Atos 9.36).
Dorcas foi uma mulher extraordinária. Ela foi chamada de discípula, no mesmo nível de compromisso dos discípulos de Jesus. Só aí dá para imaginar sua personalidade: tinha um coração cheio de misericórdia e uma vida dedicada a praticar misericórdia.
Quando Dorcas adoeceu e veio a falecer, as pessoas de Jope colocaram seu corpo num cômodo e correram para chamar Pedro e lhe pedir ajuda. Quando Pedro entrou naquele cômodo contemplou o seguinte quadro: um grupo de viúvas desamparadas, chorando diante do corpo inerte de uma mulher. Ali estava o quadro mais nítido da desesperança. A fonte da misericórdia havia cessado.
As viúvas carregavam consigo as roupas que Dorcas havia feito para elas. Mas elas não choravam por causa das roupas. Elas choravam porque a única pessoa que agiu com misericórdia com elas havia morrido. Todo mundo sabe que fazer uma roupa não é algo simples. Envolve todo processo de tirar medidas, ouvir sugestões, acertar gostos e estilos. Nisso tem o toque, a escuta, a atenção.
Pessoas que já eram marcadas pela dor da perda encontraram em Dorcas não só presentes e doações, mas alguém que lhes dava importância, que lhes servia com interesse, que lhes dedicava tempo, que lhes atribuía um valor especial. Dorcas não foi misericordiosa porque lhes dava coisas, mas porque “estava com elas”.
Tomado pela empatia da dor, Pedro quis ficar só, ajoelhou-se e orou. O que teria dito a Deus? Imagino que, em lágrimas, teria dito que não havia o que fazer ali se Deus não restaurasse sua misericórdia para com aquelas viúvas. Foi por isso que, logo depois de orar, olhou para aquele corpo e chamou pelo seu nome mais íntimo: “Tabita, volta para nós. Levante-se. Todos nós precisamos de você”.
Dorcas abre seus olhos e Pedro entende que está diante da misericórdia em pessoa. Ajuda-a a levantar-se e chama a todos para estarem de novo com ela. A cidade de Jope não era pequena, mas todos ficaram sabendo de como Deus restaurou sua misericórdia naquele lugar.
Pessoas misericordiosas fazem falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails