segunda-feira, 8 de outubro de 2007

O que é Integridade? / What is integrity?

Um dos fatores essenciais para o relacionamento é a integridade. Mas integridade é muito mais do que isso. Tem a ver com a nossa forma de ser. Uma das definições mais abrangentes é aquela que diz que integridade é a capacidade de fazer aquilo que você julga certo quando ninguém está vendo da mesma forma que faria se todos estivessem vendo.
Essa definição aponta algumas características. A primeira é que integridade é uma competência, diz respeito àquilo que adquirimos. Integridade não nasce com a gente, ela é construída ao longo de nossa formação. A segunda é que integridade implica em valores e convicções ligados à minha faculdade de juízo. E a terceira é que integridade está relacionada a um saber, não um saber teórico, mas a um saber prático, um saber fazer, que é um dos temas da ética.
Integridade, então, implica em um conhecimento de si, quando você se pergunta: quem é você? Quando você desenvolve habilidades que contribuem para que você conheça o seu potencial, como também os seus limites. Integridade implica em um foco nos seus objetivos, com que finalidade você realiza o que precisa ser realizado, para que você existe, afinal. Integridade implica ainda em princípios bem definidos de conduta, por que você age de determinada maneira e não de outra.
Por isso que integridade é uma virtude tão necessária, mas também tão em falta, porque está ligada à nossa maneira de ser. Ela reside no meio de um conflito em que todos vivemos, o conflito entre o público e o privado, que nos leva à escolha de papéis distintos em cada uma dessas esferas, como se fôssemos duas pessoas completamente antagônicas.
O pior é que temos sido capazes de ser assim. E somos bons nisso. Para se fazer um resgate da integridade, é preciso que haja uma reinvenção de nós mesmos, uma reaprendizagem de quem somos de fato e de quem queremos ser. É um processo longo, mas que vale a pena ser experimentado.

3 comentários:

  1. Valeu Irênio...
    Seu texto me fez lembrar da música do Mosca: "Sou um móbile solto no furação..." As vezes o que nos integra são apenas linhas frágeis. Acho que precisamos integrar a ponto de tudo fazer um todo.
    Um grande abraço
    Neuber

    ResponderExcluir
  2. Bem lembrado, Neuber. Essa questão da integridade é a mais frágil de todas, principalmente em relação à nossa espiritualidade. É a pergunta do apóstolo Paulo: "quem é idôneo para estas cloisas?"

    ResponderExcluir
  3. TEnho duvidas sobre integridade.

    Sei que sao valores : honestidade, simplicidade e tal...
    mas que para mim integridade seria a integracao, a coerencia entre os valores que eu acredito, ou seja. se acredito e pratico sou coerente portanto integro.
    Existe integridade boa ou ruim?
    Leila cheveu
    lcheveau@hotmail.com

    ResponderExcluir

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails