domingo, 30 de setembro de 2007

Descubra seu potencial / Discover yours potential

O apóstolo Paulo deixou bem claro em seus escritos que somos uma incógnita, um enigma a ser desvendado. Você é uma complexa combinação de muitos traços. Cientistas dizem que cerca de 18.000 traços diferentes de personalidade têm sido identificados.
Há mais de 2000 anos atrás, Hipócrates tinha pensado na classificação da personalidade. Ele classificou as pessoas em quatro categorias diferentes: sangüíneo, colérico, fleumático e melancólico.
A maneira número um pela qual a sua personalidade se revela é através do modo como você se relaciona com outras pessoas. Quero sugerir a você três atitudes para se relacionar com pessoas e, assim, descobrir do que você é capaz.
Primeira, esteja consciente da existência de diferentes tipos de personalidade. Você vai viver em constante conflito com as pessoas que estão à sua volta porque somos todos diferentes. Mas, quanto mais você entende a maneira como as pessoas agem e reagem, mais paciência você tem com elas. Siga o conselho do provérbio bíblico: "A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas" (Provérbios 19.11).
Segunda, aceite as diferenças de personalidade. Aceitar as diferenças dos outros não é fácil, principalmente aquelas características reconhecidamente problemáticas. Mas a melhor forma de aceitar o outro com suas diferenças é ter a mesma atitude que Jesus teve. Se você levanta os seus olhos para Deus, você não olha com desprezo para as pessoas porque você entende que foi Ele quem fez a todos.Paulo disse: “Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma como Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus”. (Romanos 15.7). O que significa aceitar uns aos outros? Significa entender que as diferenças não são uma questão de certo ou errado. As pessoas são apenas diferentes e a variedade faz bem.
Terceira, aprecie as diferenças de personalidade. Aceitar as diferenças nos outros significa não criticá-los. Todos nós somos necessários. Todas as personalidades são necessárias. Se duas pessoas concordam em tudo, uma delas é desnecessária.
Pense nisso: Jesus Cristo entende, aceita e gosta de você. Ele fez você, Ele conhece você, Ele se preocupa com você, Ele aceita você, Ele valoriza você, Ele morreu por você.
Se você der sua vida a Ele, Ele ajudará você a desenvolver a personalidade que Ele deu a você no seu mais alto potencial.
Eu não tenho dito nada acerca de como Deus quer ajudar você a melhorar a sua personalidade. Digo apenas para que você faça um levantamento rápido de seus pontos fortes e de seus pontos fracos. Depois, faça a si mesmo as seguintes perguntas:
Como posso fazer com que o meu jeito de ser esteja a serviço do propósito que Ele tem para mim? Você precisa estar certo de que Deus o aceita como você é. Você é importante demais para Deus.
O que Deus pode acrescentar em minha vida para que eu tenha equilíbrio? Você precisa descobrir que Deus quer agregar valores em sua vida para fazer de você uma pessoa extremamente feliz.
Tudo isso começa com um primeiro passo. Tome a decisão de orientar a sua vida pelo projeto que Jesus deixou em seus ensinos.

3 comentários:

  1. nós nao temos como medir o nosso potencial sem revcelá-lo para que outros o avaliem.

    blog é assim, é uma caixinha de surpresas, um abraço e parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Olá pablo,
    Você tocou num assunto que é crucial: o outro é importantíssimo para a construção de nós mesmos. É fascinante saber disso. Tanto é que vida só tem sentido na dimensão do outro. Não sei quem disse, mas ninguém é uma ilha.

    Viu só? To gostando desse negócio de blog.

    ResponderExcluir

Assista:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails